Localização

O Hotel Portoghesi de 3 estrelas encontra-se no centro histórico de Roma, no rione (bairro) de Campo Marzio, numa zona próxima do Panteão e da esplendorosa Piazza Navona, recanto barroco de sublime beleza e sugestão. Escolhendo o nosso hotel disporá da possibilidade de aceder rapidamente a todos os locais que tornaram Roma uma das maiores atracções turísticas mundiais.

 

Imprimir o mapa com as indicações para chegar até nós

A adjacente Igreja de Sant’Antonio dei Portoghesi – à qual o hotel vai buscar o nome – é um exemplo fulgente de barroco e conserva algumas obras extraordinárias de Canova; a poucos passos do nosso hall, a Torre dei Frangipane – também designada como a ‘torre do macaco’ – com a célebre estátua da Santa Virgem (‘madonnina’) e a lamparina sempre acesa.

Como chegar

De comboio

Chegando à estação ‘Termini’, apanhe o autocarro 492 e desça na paragem ‘Piazza Navona’, encontrar-se-á a 250 metros do hotel. Como alternativa, utilize o metro (linha A) até à paragem ‘Spagna’, depois prossiga mediante o autocarro 116 e desça na via Zanardelli, encontrar-se-á a menos de 200 metros do hotel.

De avião

Dos aeroportos encontra-se disponível um serviço de limousine-service pelo preço de 60 ou 45 euros; ou táxi de/para o aeroporto de Fiumicino (40 euros) e para o aeroporto de Ciampino (30 euros). De ambos os aeroportos, a cada 30 minutos parte um comboio (ou pullman) directo para a Estação Termini (custo 9,50 euros). Uma vez chegado à estação ferroviária siga as indicações referidas no ponto ‘De comboio’.

De automóvel

Se vem de Firenze/Roma Nord (Florença/Roma Norte) ou de Napoli/Roma Sud (Nápoles/Roma Sul), apanhe a GRA (Grande Raccordo Anulare – Grande Circular) em direcção ao Aeroporto de Fiumicino – Civitavecchia’, vire na segunda saída (número 6) ‘Flaminio – Roma Centro em direcção ao Centro/Stadio Olimpico/ San Pietro; prossiga até Lungotevere. Uma vez em Lungotevere, depois da segunda passagem subterrânea, apanhe a lateral à esquerda, no semáforo prossiga a direito seguindo as indicações para a Piazza Navona; vire na segunda rua à esquerda, via Giovanna d’Arco, e de novo à esquerda, para a via della Scrofa: a segunda rua à esquerda é a via dei Portoghesi, onde no número de porta 1 o espera o Hotel Portoghesi.

Ideal para quem viaja a negócios, o Hotel Portoghesi é apreciado pelos clientes de negócios que encontram nos seus quartos um confortável alojamento nas imediações da Avvocatura di Stato (Procuradoria da República) (Palazzo Vanvitelli), do Palazzo Madama (Senado da República) e do Palazzo Montecitorio (Câmara dos Deputados).

Roma é uma capital de arte. A galeria da Villa Borghese e as obras conservadas nos Museus do Vaticano são dois dos tantos exemplos do extraordinário património cultural da cidade. Das encantadoras obras de Bernini, à magnificência da Fontana di Trevi, à inigualável Capela Sistina de Michelangelo, Roma é um tesouro.

No Coliseu e ao longo dos Fóruns Imperiais admiram-se os vestígios da Roma antiga, um passado imperial que ainda fascina os visitantes do mundo inteiro oferecendo a visão das sugestivas catacumbas e dos edifícios que fazem parte dos Mercados de Trajano.

Se quer submergir-se na Roma mais genuína e passar um serão divertido, dirija-se a Trastevere entre restaurantes e estabelecimentos de animação nocturna abertos até tarde, ou vire em direcção à Via Veneto, submergindo-se na ‘Dolce Vita’ de outrora.

Eventos

[inc-events view=gallery n=1 abstract=10 img=medium-small]

Consulte a lista completa

_E5O7498

Torre dei Frangipane (século XVII)

Umas das tantas histórias lendárias de Roma é a da ‘Torre do Macaco’. Narra o rapto por parte de um macaquito de uma menininha de fraldas, filha do proprietário da torre. Tendo subido com a pequenina até ao cimo da torre, somente as preces das pessoas dirigidas à Madona fizeram descer miraculosamente o macaco salvando a pequenita. Esse episódio suscitou uma tal comoção que daí em diante uma lamparina encontra-se sempre acesa no cimo do edifício, em sinal de devoção e agradecimento à Madona.

_E5O7582

Campo Marzio

A zona que hospeda o Hotel Portoghesi era a mais habitada da Roma medieval, hoje representa o IV ‘rione’ (bairro) da cidade e a sua extensão já não atinge os 2 km quadrados de outrora onde se exercitavam as milícias romanas. Todavia, o coração de Roma vive aqui. O comércio da Via dei Condotti, as galerias da Via Margutta e da Piazza di Spagna inserem-se neste bairro, entre belos palácios e célebres praças, com as montras da via del Corso, dos monumentos de Ara Pacis, o Mausoléu de Augusto, sem esquecer o parque da Villa Borghese e a Piazza del Popolo.